Os YOGA SUTRAS são o texto clássico sobre a teoria e prática do Yoga tradicional.

Também conhecido como RAJA YOGA (Yoga real ou yoga da   mente). Foi transmitido oralmente pelo sábio PATAÑJALI    provavelmente entre os séculos II a.C. e III d.C.

 

O texto compõe-se de 196 aforismos (frases curtas e densas) divididos em quatro capítulos que tratam do método do Yoga para libertar o praticante das transformações materiais e dos condicionamentos mentais, devolvendo-o à sua natureza autêntica e pura.

 

Como pilar deste caminho de evolução, Patañjali cita OITO PASSOS a serem seguidos pelo praticante a fim de alcançar a libertação dos condicionamentos mentais (causa de todo o sofrimento).

 

Os oito passos (em sânscrito: Ashtanga, que significa "os oito membros") são:

 

 

1º YAMAS (abstenções): são cinco atitudes éticas que devemos ter diante do outro, da natureza e de nós mesmos:

  1. Ahimsa: não violência 

  2. Satya: ser verdadeiro 

  3. Asteya: não roubar 

  4. Brahmacharya: não exagerar, moderação no uso dos prazeres

  5. Aparigraha: não cobiçar 

2º NYAMAS (observâncias): são cinco atitudes que devemos promover em relação a nós mesmos;

  1. Saucha: purificação, limpeza

  2. Santosha: contentamento 

  3. Tapas: autodisciplina, austeridade 

  4. Svadhyaya: estudo de si mesmo 

  5. Isvara Pranidhana: devoção, entrega ao Supremo (ao Absoluto, a Deus)

3o. ÁSANA: postura física (postura sentada para meditar). Segundo Patañjali, o ásana deve ser totalmente estável e confortável. 

4º PRANAYAMA: controle da energia vital (prana) por meio da respiração. 

5º PRATYAHARA: absorção dos sentidos

6º DHARANA: concentração mental

7º DHYANA: meditação, a absorção

8º SAMADHI: estado de comunhão com o Supremo, estado de supraconsciência

OS YOGA SUTRAS 

DE PATAÑJALI